O que é a FCDA?

A FEDERAÇÃO CEARENSE DESPORTIVA DE AIRSOFT

A FCDA surgiu através da percepção do crescente número de praticantes de Airsoft no estado do Ceará e da necessidade de recepcionar esses praticantes e orientá-los em relação as diversas modalidades existentes, formas de prática da atividade, legislação, boa conduta em jogos e outros aspectos referentes à prática e uso adequado dos equipamentos.

Temos como missão atuar como agente fomentador do Airsoft no estado do Ceará, acolhendo e orientando os atletas iniciantes, oferecendo suporte aos veteranos e apoiando a realização de eventos.

O Airsoft sendo uma prática que faz uso de equipamentos com característica visual semelhante ao das armas de fogo, está sujeito a severa fiscalização e controle por parte dos órgãos competentes, assim sendo, entendemos que a instrução, orientação e aproximação dos praticantes se fazem necessários.

Entendemos que o Airsoft e seus praticantes devem possuir uma representação e que essa deve atuar junto à sociedade de forma idônea, visando esclarecer os direitos e deveres de todos aqueles que praticam o esporte, além de buscar congregar e unir os praticantes em torno da manutenção da prática desportiva, provendo e difundindo a sua prática responsável no estado do Ceará.

 

MEMBROS DA DIRETORIA:

Felipe Chaves Aragão

Cargo: Presidente
Atribuições: Representar a FCDA, passiva e ativa, judicial e extrajudicialmente, nomear seus auxiliares, coordenar e presidir as reuniões do Conselho Diretor, assinar contratos, ajustes ou convênios de interesse da Federação em conjunto com o Diretor Financeiro com a devida aprovação em reunião colegiada; movimentar conta bancária da Entidade em conjunto com o Diretor Financeiro, votar e deter (voto de Minerva) o voto de desempate nas deliberações do Conselho Diretor, Conselho de Ética e Conduta e em Assembleia Geral; criar e dissolver cargos de Diretoria e assessorias, praticar todos os atos necessários à administração da Entidade, organizar seus serviços e diretorias.

 

Esaú Sampaio Saraiva

Cargo: Diretor Institucional
Atribuições: Compete juntamente com o Presidente: estabelecer estratégias de divulgação e representar publicamente a Federação através de anúncios em jornais e revistas, filmes de TV, outdoors, folhetos, etc.; estabelecer parcerias com entidades, departamentos, fornecedores e prestadores de serviços (agências de publicidade, distribuidores e empresas de promoções), com o objetivo de obter maior eficiência na divulgação do esporte e da Federação; participar de eventos internos e externos onde haja oportunidade de divulgar o esporte e a Federação, mediante aprovação da Diretoria.

 

Eduardo de Castro Andrade

Cargo: Diretor de Eventos
Atribuições: Promover aperfeiçoamento técnico das equipes federadas, de modo que os eventos promovidos pela Federação sejam realizados no melhor nível técnico possível; Promover, juntamente com o Conselho Diretor, fiscalizado pelo Presidente, palestra com o objetivo de instruir a quem interessar a prática do Airsoft, manter informações em documento referentes ao histórico dos eventos promovidos pela Federação, ou que ela tenha tomado parte como convidada; buscar e divulgar informações a respeito dos materiais que sirvam para uma melhor prática do esporte para as equipes associadas e o público em geral; comparecer aos locais das competições e eventos, previamente às suas datas, a fim de proporcionar uma infraestrutura adequada às suas realizações; orientar as equipes associadas sobre as necessidades de se praticar o esporte de acordo com as melhores práticas; promover e organizar os eventos em consenso com Conselho Diretor e fiscalizado pelo Presidente as competições e jogos da modalidade, respeitando este Estatuto, regulamentos e normas nacionais

 

Airton Wagner Pinheiro Bezerra

Cargo: Diretor de Assuntos Internos
Atribuições: Marcar, divulgar, acompanhar e registrar em Ata as reuniões da Federação; catalogar e arquivar os documentos referentes à administração da Federação; expedir cópia de documentos e Atas quando solicitado previamente e por escrito por um membro representante da equipe federada devidamente quite com as taxas da Federação mediante autorização da Diretoria.